Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SUZANO, JARDIM MIRIAM, Mulher, de 36 a 45 anos, Portuguese, Arte e cultura, Coleções e miniaturas



Histórico
 08/04/2007 a 14/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 24/12/2006 a 30/12/2006
 17/12/2006 a 23/12/2006
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 29/10/2006 a 04/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 06/08/2006 a 12/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 23/07/2006 a 29/07/2006
 16/07/2006 a 22/07/2006
 09/07/2006 a 15/07/2006
 02/07/2006 a 08/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 23/04/2006 a 29/04/2006
 16/04/2006 a 22/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Claudia
 croche
 crochê
 crochê e tear
 crochê
 Estofados
 crochê
 crochê e tear
 Artes
 Pontos e pontos Kátia
 Pontos prontos Adri
 Maravilhas do crochê
 Artesanato Gabi
 Pontos e contos Lilian
 Artesanatos Denise
 Arte & Manha Bere
 Surprise nas artes Inês
 Entre fios Giovana
 Artesanato Thays
 Marydolls artesanato
 Mariaima artesanatos
 Criando de tudo Roberta
 O fio da meada Rosi
 Lojinha Virtual Sandy
 Agulhas mágicas Mone
 Artesanatos Silvia
 Crochetando com amor Luiza
 Fazendo arte Cris
 Mãos maravilhosas Alessandra
 Artesanatos Kika
 Bolsas de crochê Mirian
 Mitricot Márcia
 Celeiro de idéias Luciana
 (quase) nunca termino o que comecei Claudia
 Eu vou chegar lá
 Cantinho do artesanato Duda
 Cia das agulhas Shirley
 Crochê Elaine
 Mania de crochê Cacilda
 Eu tricoto... Monica
 Arte no pano Eliane
 Baú de novelos Alessandra
 Crochê crochê Adri
 Gifs pra Jesus Célia
 Labirinto de idéias Isabel
 Artesanatos Renata (Kika)
 Tricrochetche Luisa
 O que ando fazendo Elaine
 Crochê e Cia. Ariane
 As missangas da Mena
 Sweet Princess Ivone
 Meu cantinho do crochê Rose
 Blog da Tuska
 Tudo é arte Andrea
 Blog Tecendo Léa
 Linhas e alinhavos Claudia
 Crochet com amor Claudia
 1 idéia, 2 idéias, 3 idéias... Clara Miguel
 Fazendo crochê Vânia
 Trançados e bordados Edna
 UOL - O melhor conteúdo
 Claudia


 
Blog de Claudia_croche


Estou muito feliz pelas 30.000 visitas...

Obg pelas visitas e comentários!!!



Escrito por Claudia às 11h45
[] [envie esta mensagem]



                      

                     

Obg pela visita!!! Não esqueça de comentar...

                  

     



Escrito por Claudia às 14h07
[] [envie esta mensagem]



              

Recebi essa msg no grupo Crochetar com amor (grupo de crochê maravilhoso ao qual pertenço e que chamamos de família...) da amiga Angela Neves. Achei muito lindo e resolvi dividir com vocês...

Na Romênia, um homem dizia sempre a seu filho:
- "Haja o que houver, eu sempre estarei a seu lado".

Houve, nesta época um terremoto de intensidade muito grande, que quase arrasou as construções lá existentes nesta época.

Estava nesta hora este homem em uma estrada.

Ao ver o ocorrido, correu para casa e verificou que sua esposa estava bem, mas seu filho nesta hora estava na escola. Foi imediatamente para lá. E a encontrou totalmente destruída. Não restou, uma única parede de pé...

Tomado de uma enorme tristeza ficou ali ouvindo, a voz feliz de seu filho e sua promessa. ( não cumprida)

." Haja o que houver: eu estarei sempre a seu lado".

Seu coração estava apertado e sua vista apenas enxergava a destruição.

A voz de seu filho e sua promessa não cumprida o dilaceravam.
Mentalmente percorreu inúmeras vezes o trajeto que fazia diariamente segurando sua mãozinha.
O portão ( que não mais existia)... Corredor... Olhava as paredes, vendo aquele rostinho confiante... ...passava pela sala do 3º ano, virava o corredor e o olhava ao entrar. Até que resolveu fazer em cima dos escombros, o mesmo trajeto.

Portão... Corredor... Virou a direita...
E parou em frente ao que deveria ser a porta da sala. Nada! Apenas uma pilha de material destruído.
Nem ao menos um pedaço de alguma coisa que lembrasse a classe.
Olhava tudo... desolado...
E continuava a ouvir sua promessa:
- "Haja o que houver, eu sempre estarei com você".
E ele não estava...

Começou a cavar com as mãos.
Nisto chegaram outros pais, que embora bem intencionados, e também desolados, tentavam afastá-lo de lá dizendo:
- Vá para casa. Não adianta, não sobrou ninguém.
- Vá para casa.
Ao que ele retrucava:
- Você vai me ajudar?
Mas ninguém o ajudava, e pouco a pouco, todos se afastavam.

Chegaram os policiais, que também tentaram retirá-lo dali, pois viam que não havia chance de ter sobrado ninguém com vida. Haviam outros locais com mais esperança.

Mas este homem não esquecia sua promessa ao filho, a única coisa que dizia para as pessoas que tentavam retirá-lo de lá era:
- Você vai me ajudar ?
Mas eles também o abandonavam.
Chegaram os bombeiros, e foi a mesma coisa...
- Saia daí, não está vendo que não pode ter sobrado ninguém vivo? Você ainda vai por em risco a vida de pessoas que queiram te ajudar pois continuam havendo explosões e incêndios.
Ele retrucava :
- Você vai me ajudar?
- Você esta cego pela dor não enxerga mais nada. Ou então é a raiva da desgraça.
- Você vai me ajudar?
Um a um todos se afastavam.

Ele trabalhou quase sem descanso, apenas com pequenos intervalos, mas não se afastava dali.

5 hs / 10 hs / 12 hs/ 22 hs / 24 hs /30 hs...

Já exausto, dizia a si mesmo que precisava saber se seu filho estava vivo ou morto. Até que ao afastar uma enorme pedra, sempre chamando pelo filho, ouviu:
- Pai ...estou aqui!
Feliz, fazia mais força para abrir um vão maior e perguntou:
- Você está bem?
- Estou. Mas com sede, fome e muito medo.
- Tem mais alguém com você?
- Sim, dos 36 da classe, 14 estão comigo; estamos presos em um vão entre dois pilares. Estamos todos bem!
Apenas se conseguia ouvir seus gritos de alegria.
- Pai, eu falei à eles:
- Vocês podem ficar sossegados, pois meu pai irá nos achar. Eles não acreditavam, mas eu dizia a toda hora...
- "Haja o que houver, meu pai, estará sempre a meu lado".
- Vamos, abaixe-se e tente sair por este buraco.
- Não! Deixe eles saírem primeiro...
- Eu sei que haja o que houver... você estará me esperando!

Normalmente é assim que nos sentimos em relação aos nossos “heróis” sentimos que eles estão presentes, mesmo quando ausentes.

 A todos os Pais, um carinhoso abraço e que Deus os abençoe sempre!!!

Obg pelas visitas!!!

     

 



Escrito por Claudia às 19h45
[] [envie esta mensagem]




[ ver mensagens anteriores ]